ENADE


O QUE É?

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes é realizado pelo Ministério da Educação (MEC) e avalia o rendimento do aluno em relação aos conteúdos, habilidades e competências adquiridas durante a formação. O exame também é usado como indicador de qualidade da instituição que o estudante escolheu para fazer a graduação.

QUAL É O OBJETIVO DO EXAME?

O Enade avalia e acompanha o processo de aprendizagem e o desempenho acadêmico dos estudantes em relação aos conteúdos programáticos, previstos nas diretrizes curriculares dos cursos de graduação.

LEGISLAÇÃO

A legislação que envolve as diretrizes e definições gerais acerca do Enade se baseia nas seguintes normas jurídicas:

  • Edital nº 40, de 19 de Junho de 2018;
  • Lei nº. 10.861, de 14 de abril de 2004: Criação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes);
  • Portaria Normativa nº 40, de 12 de dezembro de 2007, republicada em 29 de dezembro de 2010.

BENEFÍCIOS


Por meio do Enade, os alunos e o Unileste conseguem construir juntos o reconhecimento do curso. Quanto maior a nota no exame, maior também será a visibilidade do currículo que o graduando terá no mercado de trabalho. As vantagens de se realizar o exame são:

  • Receber o diploma.
  • Valorização do diploma e do currículo.
  • Reconhecimento pelo mercado de trabalho.
  • Diferencial competitivo.
  • Tornar o curso referência.

AGENDA


  • Locais de prova

    9 de novembro

  • Preenchimento do cadastro e questionário dos estudantes

    Até 21 de novembro

  • Prepare-se

    Até 24 de novembro

  • ENADE

    25 de novembro

  • Reconhecimento - Premiação

    Após correções das provas

CURSOS AVALIADOS


  • Administração
  • Ciências Contábeis
  • Direito
  • Jornalismo
  • Psicologia
  • Publicidade e Propaganda

DICAS


Fique com os estudos em dia para o Exame! Organize-se!
Confira abaixo algumas dicas que podem te ajudar:


  • Faça um planejamento de estudos que seja realista com o tempo que você tem disponível e adequado às matérias que precisam de reforço:

    • Mapa mental - Experimente montar um mapa mental: um diagrama composto por palavras, ícones e flechas. A principal vantagem de elaborar esses esquemas é a possibilidade de criar uma ordem lógica entre as informações, com destaque para interconexões e relações de hierarquia, permitindo que o conteúdo seja visualizado de forma prática, como você achar melhor.

    • Fichamento ou resumo - É fundamental reorganizar as informações de um livro com as suas próprias palavras. Uma forma de fazer isso é elaborar fichamentos, isto é, sínteses esquemáticas de cada texto. A ideia é elaborar um índice das suas leituras de acordo com a sistematização já elaborada no mapa mental, descrito no item anterior. Outra possibilidade é redigir um resumo, isto é, reescrever com as suas próprias palavras o conteúdo estudado.

    • Construção e reconstrução de tabelas - Representar informações no formato de quadros é uma boa opção para fixar conteúdos que têm uma determinada sistemática bastante específica por trás. Esse procedimento é uma excelente forma de gravar os conteúdos sem perder de vista as interconexões entre eles.

    • Gravações de áudio - Nem todo mundo tem facilidade para se lembrar do que viu: muita gente fixa melhor aquilo que escutou. Se esse é o seu caso, tente estudar com a ajuda de um celular ou qualquer outro dispositivo que funcione como gravador.

  • Leia com atenção o enunciado e todas as alternativas da questão, mesmo quando julgar que a primeira opção é a correta. Deste modo, você evita cair em possíveis pegadinhas.

  • Comece pelas questões mais fáceis, não fique parado nas mais complicadas, sem saber o que fazer. No final, volte para responder as mais difíceis.

  • Nunca deixe de responder a nenhuma questão. Avalie as alternativas, eliminando as que estão incorretas. Faça isso até encontrar a resposta mais adequada no seu entendimento.

  • Durma bem na noite anterior. Do contrário, você vai estar cansado e pouco concentrado na resolução das questões.

Fonte: http://exame.abril.com.br/ciencia/7-tecnicas-de-estudo-infaliveis-para-qualquer-prova/


   Lembre-se: um bom currículo começa aqui!

DÚVIDAS FREQUENTES


Sim. O Enade é um componente curricular obrigatório. O estudante selecionado que não comparecer ao exame estará em situação irregular e não poderá se formar. (art. 5o, § 5o, da Lei no 10.861/2004).

Estudantes concluintes dos cursos elencados pelo MEC (bacharelado e licenciatura), que foram inscritos pela Instituição de Ensino, com expectativa de conclusão do curso até julho de 2019 ou cumprido 80% ou mais da carga horária mínima do currículo do curso da IES.

Os estudantes ingressantes e concluintes em situação irregular junto ao Enade deverão regularizar a situação, inscrevendo-se no exame de 2018 (conforme disposição do art. 8º da Portaria Normativa nº 5, de 09 de março de 2016).

O estudante que possui dupla graduação, ou seja, considerado concluinte habilitado em dois ou mais cursos avaliados no Enade 2018, no momento do cadastro deverá escolher o curso pelo qual realizará o exame. Deste modo, o Questionário do Estudante deve ser preenchido sobre o curso escolhido e o estudante receberá a prova conforme a escolha feita.

Sim. O Inep disponibilizará o Questionário do Estudante, que é de preenchimento obrigatório. O preenchimento é exclusivamente feito no portal do Inep. O Questionário do Estudante estará disponível até o dia 21 de novembro no site: http://enade.inep.gov.br/enade/#!/index. O estudante selecionado que não comparece ao exame e/ou não preenche o Questionário do Estudante fica em situação irregular junto ao Enade (§ 1º do artigo 33-J da Portaria Normativa nº 40, de 2007.

A participação no Enade 2018 será atestada a partir da assinatura do estudante na lista de presença de sala e no cartão de respostas às questões objetivas da prova.

A prova será aplicada no dia 25 de Novembro.

A abertura dos portões será às 12h; fechamento dos portões às 13h; início da prova às 13h30 e término do exame às 17h30.

A prova é composta de 40 questões, sendo 10 questões da parte de formação geral e 30 da parte de formação específica da área, contendo as duas partes questões discursivas e de múltipla escolha, que são especificadas da seguinte forma:

  1. Componente de Formação Geral: 10 questões, sendo 2 discursivas e 8 de múltipla escolha, envolvendo situações-problema e estudos de casos;
  2. Componente específico de cada área: 30 questões, sendo 3 discursivas e 27 de múltipla escolha, envolvendo situações-problema e estudo de casos.

Os estudantes que participarão da prova deverão apresentar-se munidos de documento oficial de identificação com foto e caneta esferográfica de tinta preta, feita em material transparente.

O estudante que deixar o local de prova antes de uma hora do seu início será considerado “ausente” e ficará em situação irregular junto ao Enade 2018.

Os inscritos no Enade que não participarem da prova ficam impossibilitados de colar grau e receber o diploma.

A Solicitação de Dispensa de Prova por iniciativa do estudante deverá ocorrer entre às 10h do dia 02/01/2019 às 23h59 do dia 31/01/2019

DEPOIMENTOS


RECONHECIMENTO


O Unileste terá várias formas de reconhecer os alunos e os cursos que obtiverem os melhores desempenhos no Enade 2018:

  • Certificado de Destaque Acadêmico Enade 2018.
  • Celulares iPhone para sorteio nos cursos que atenderem os critérios estabelecidos no regulamento.
  • Um celular iPhone para o aluno que obtiver o melhor desempenho de cada curso (no mínimo 70% de acerto na prova).

Clique aqui e confira o regulamento.


Unileste Enade infográfico

RESULTADOS


Confira os ganhadores do Iphone - Prêmio Destaque Enade 2017


Luciana Marques Farias - Ciências Biológicas – Licenciatura
Marcos Vinicius Carvalho Rangel - Arquitetura e Urbanismo
Samira Lorraine Pires Bhering - Ciências Biológicas – Bacharelado


Unileste Enade - Alunos ganhadores dos Iphones