Projeto de extensão Luz, Câmera, Escola, Ação do Unileste produz curtas-metragens em parceria com escola de ensino médio
Publicado em 13/12/2018

Foram apresentados, na última semana, os dois curtas-metragens produzidos pelo projeto de extensão Luz, Câmera, Escola e Ação, conduzido pelos cursos de Comunicação Social e Publicidade e Propaganda do Unileste. O projeto tem como objetivo visitar escolas de Ensino Médio da região e propor que os estudantes desenvolvam ideias de roteiro dentro de um tema sugerido pela iniciativa, que posteriormente serão transformadas em peças audiovisuais.

O tema dessa edição foi “Fake News” e o colégio visitado foi o John Wesley, em Ipatinga. As propostas de redação selecionadas foram das alunas de terceiro ano Júlia Maria Silva Souza e de Ana Luiza Freitas Nunes Vianna, que abordam, respectivamente, os temas de transexualidade e ilusão digital. Após a seleção, os cursos realizaram capacitações sobre oficinas de roteiro, produção, encenação, e outras, com os alunos escolhidos para participarem do desenvolvimento da peça.

Um dos curtas produzidos se chama “O Preço”, e retrata as dificuldades enfrentadas por uma transexual durante os desafios diários. Júlia Maria Silva Souza, que sugeriu o tema, afirma que foi uma experiência muito positiva ter participado do processo de produção do vídeo. “Inicialmente, eu não imaginava que seria uma das alunas selecionadas, nunca havia passado pela minha cabeça que teria essa oportunidade. Eu gosto muito de escrever e esse é um assunto que precisa estar em pauta”, afirma.

O outro curta, intitulado “Ilusão Digital”, foi elaborado a partir da proposta de Ana Luiza, que faz questão de enaltecer o grande aprendizado adquirido ao longo da experiência. “Aprendemos coisas novas, desde cada detalhe para construção do roteiro até o figurino e a posição das câmeras, foi algo inovador não só pra mim como pra todos que participaram comigo. Amei cada detalhe, espero ter mais experiências com o Unileste”.

O coordenador dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, Alexandre Guerra Fabri, considera que a beleza do projeto é promover um debate pertinente aos alunos do ensino médio. “O projeto deixa um legado, uma peça audiovisual, que a escola poderá usar como meio de aprofundamento do tema para os outros alunos. Tudo isso, usando a arte do cinema”, ressalta.


© 2018 UNILESTE - Todos os direitos reservados

Campus Coronel Fabriciano: Av. Tancredo Neves, 3500, B. Universitário, 35170-056 - (31) 3846-5500
Campus Ipatinga: Rua Bárbara Heliodora, 725, Bom Retiro, 35160-215 - (31) 3846-5500