Projeto Simulado Enem do Unileste prepara mais de 1.700 estudantes da rede pública de ensino para o exame nacional
Publicado em 03/10/2019

 As escolas receberão relatórios geral e individual dos alunos para que consigam avaliar a assimilação dos conteúdos aplicados durante o ano letivo.

Nos dias 3 e 10 de novembro, mais de 5 milhões de estudantes são esperados para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em todo o país, considerado uma das principais portas de entrada para o ensino superior no Brasil. Pensando em auxiliar alunos do ensino médio a se prepararem para o exame, o Unileste criou o Projeto Simulado Enem.

Iniciado no ano de 2017, o projeto tem o objetivo de oportunizar aos estudantes um melhor preparo para o exame e dar subsídio para que as escolas consigam avaliar o aluno, a assimilação dos conteúdos aplicados durante o ano letivo, assim como a percepção de possíveis pontos de melhoria e/ou potenciais no processo de aprendizagem para que, dessa forma, o estudante tenha um melhor desempenho no exame e condições para dar continuidade à sua formação profissional. As escolas participantes do projeto recebem também relatórios geral e individual dos seus estudantes, o que permite analisar quais conteúdos, metodologias e áreas do conhecimento a turma, o aluno ou toda a série precisam de reforço ou que têm tido bons resultados.

Nesta edição, cerca de 1.800 alunos realizarão o exame simulado antes da prova oficial do Ministério da Educação (MEC). Ao todo, oito escolas do Vale do Aço serão beneficiadas com o projeto. As avaliações ocorrerão durante todo o mês de outubro. Os estudantes participantes, com os maiores resultados no Simulado (condicionados a um percentual mínimo), garantirão bolsas de até 100% nos cursos de graduação do Unileste.

Para o reitor do Unileste, Dr. Genésio Zeferino, “os estudantes terão a oportunidade de simular o exame nacional e de se preparar ainda mais por meio o projeto. As provas aplicadas seguem os mesmos critérios quanto ao formato, questões, correções e estilo de gabarito. Além disso, o cálculo da nota obtida pelo estudante também é feito de acordo com os algoritmos utilizados pelo MEC”, afirma. O reitor acrescenta que todas essas práticas são adotadas a fim de trazer o resultado mais verossímil possível aos estudantes e escolas.

Atualmente o resultado do Exame Nacional substitui o processo seletivo de muitas instituições públicas e privadas de todo país, além de possibilitar chances de bolsas em instituições de ensino superior privada e a financiamentos e parcelamentos, como o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). No Unileste, os estudantes participantes além de concorrerem a bolsas de até 100%, dependendo do seu desempenho no simulado, têm a oportunidade também de substituir a prova do vestibular utilizando o resultado do simulado, se alcançar resultados estabelecidos como pré-requisito, além de garantir descontos nas mensalidades, que variam de acordo com a nota obtida pelo candidato.


© 2019 UNILESTE - Todos os direitos reservados

Campus Coronel Fabriciano: Av. Tancredo Neves, 3500, B. Universitário, 35170-056 - (31) 3846-5500
Campus Ipatinga: Rua Bárbara Heliodora, 725, Bom Retiro, 35160-215 - (31) 3846-5500